Pular para o conteúdo

JF Vôlei é campeão invicto da Superliga B

  • por

Com 12 vitórias em 12 jogos, time coroa com título campanha irretocável

Chegou a hora de gritar: “É CAMPEÃO!”. A incrível jornada do JF Vôlei na Superliga B terminou com mais uma vitória e o título invicto da competição. Na noite desta segunda-feira (19), a equipe superou o Brasília Vôlei, em mais um jogo emocionante, por 3×2 (parciais de 25×14/25×21/18×25/23×25/15×13), no ginásio do Riacho, em Contagem. Foi a 12ª vitória em 12 jogos. A Superliga B tem seu campeão invicto!

O JOGO

Com primeira parcial irretocável, o JF Vôlei contou com ótimas atuações em todos os setores. O time manteve a força após início arrasador, controlou o set e abriu vantagem no jogo. A palavra-chave do set foi “intensidade”, com grande jogo de Paolinetti e Celestino.

O segundo set também foi muito bem jogado pela equipe juiz-forana, com destaque para o levantador Gustavo e os centrais Pilan e Bruno, eleito o melhor da partida. Time mostrou segurança e equilíbrio durante toda a disputa.

O saque do Brasília entrou no terceiro set, com quatro aces e muita dificuldade para a linha de passes do JF Vôlei, que não consegue reagir. O time juiz-forano sempre esteve atrás no placar.

O quarto set foi o mais equilibrado da partida. A equipe de Brasília continuou arriscando tudo no saque e no side out, com grande atuação do atacante Lucaian. No final, o JF Vôlei retomou seu jogo competitivo, mas acabando errando mais do que o adversário na parcial.

O título, então, foi decidido no tie-break. Em parcial emocionante, os times se alternaram no placar. O Brasília continuou apostando em Lucaian e nos saques fortes. A defesa do JF Vôlei, no entanto, voltou a crescer, com grandes bolas do oposto Dayan. Depois de virar ponto importante, Viller foi para o saque e, em ótima sequência, conseguiu quebrar o passe do Brasília. O bloqueio também parou Lucaian e a confiança voltou. Coube ao atacante Thiago, que mais uma vez entrou no decorrer da partida e foi decisivo, fechar a última bola e decretar a vitória e o título merecido.

Time do técnico Marcos Nascimento entrou em quadra com Paolinetti, Gustavo, Pilan, Bruno, Celestino e Viller, com Dayan de líbero. Durante a partida entraram Thiago, Erick e Leonam.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support