Elenco do JF Vôlei para Superliga B tem atletas de todo o Brasil

  • por

Equipe tem jogadores de sete estados brasileiros, além de ponteiro argentino

Quatorze cidades estarão representadas no JF Vôlei para a disputa da Superliga B. O destaque é a origem do ponteiro Mauricio Viller, vindo de Córdoba, na Argentina, para reforçar o elenco do treinador Marcos Henrique, o Marcão. O perfil da equipe apresentada oficialmente para a disputa da Superliga B traz um time jovem e com experiência ao redor do Brasil.

Além de Juiz de Fora, cidade do levantador Kolber e do líbero Yan Foresti, a equipe tem o ponteiro Emerson Almeida, de Matias Barbosa, representando a região. Outros três atletas trazem em sua origem natal cidades de Minas Gerais. O central Bruno Amorim é de Ipatinga, enquanto o ponteiro Thiago Marques, de Contagem, e o levantador Erick Soares, vem da capital Belo Horizonte.

A região sudeste do Brasil também tem seus representantes além de Minas. O central Fernando Pillan, que retorna ao time, e o levantador Gustavo Nogueira, são de São Paulo. Do interior paulista chega o ponteiro Pedro Rocha, de Mococa/SP, enquanto o oposto Luis Paolinetti, vem de Atibaia. O central Matheus Paulo representa o estado do Espírito Santo, vindo da cidade de Cariacica. Já o oposto Pedro Cherpe traz sua origem natal de Petrópolis/RJ.

As regiões norte e nordeste também estão representadas no elenco. O ponteiro Matheus Celestino vem com reforçar o elenco direto da capital alagoana, Maceió. O oposto Leonam Pontes, é de Fortaleza/CE. Já o líbero Dayan Barros tem sua origem na capital Rio Branco, no Acre. Além das fronteiras, chega o argentino Mauricio Viller, fechando o elenco. Natural de Córdoba, o ponteiro foi o terceiro melhor passador da última edição da Liga Argentina.