Conheça a história do japonês que foi estagiário do Vôlei UFJF e agora está no Mestrado do Comitê Olímpico Internacional

Recentemente, uma excelente notícia sobre um membro do JF Vôlei chegou do outro lado do mundo. Shota Horike, japonês que foi estagiário do Vôlei UFJF no ano de 2012, foi aprovado para iniciar, em setembro, Mestrado em Gestão Esportiva oferecido pelo AISTS. O programa foi fundado em 2000 pelo Comitê Olímpico Internacional e por outras instituições educacionais de prestígio na Suíça.

Chegada do Pé quente japonês

No início de 2012, Shota, estudante japonês de então 21 anos, tinha terminado o intercâmbio na Universidade de São Paulo. Poderia até continuar a vida universitária na cidade paulista, mas escolheu trilhar um caminho diferente: “Eu sempre sonhei em me envolver no mundo do esporte. Já praticava o voleibol havia muitos anos, e sabia de sua popularidade no Brasil. Comecei, então, a procurar por uma oportunidade de fazer um estágio no país, mesmo sabendo que não seria fácil para um intercambista que tinha chegado, inicialmente, só para aprender a língua portuguesa”.

O jovem da terra do Sol nascente viu então a primeira chance “Um amigo meu da USP disse que era primo do treinador de um time da Superliga A. No dia seguinte, arrumei as malas e peguei ônibus para a cidade que mudaria a minha vida – Juiz de Fora. Logo em seguida fui encontrar o Mauricio Bara, que era treinador e coordenador da equipe, e falei que queria fazer estágio. Eu até agora não entendo porque ele simplesmente me aceitou no time dizendo um ‘OK, seja bem-vindo'”, relembra.

Naquela época,  o time da UFJF estreava na principal competição de voleibol do país e travava dura luta contra o rebaixamento. Mas, na reta final do campeonato, depois da chegada do japonês, a equipe mineira se recuperou e conseguiu a permanência inédita na elite do vôlei nacional. E ele foi chamado de “japonês pé quente” pelos colegas e atletas.

Experiência nas categorias de base

Logo depois do fim da atividade do time adulto, Shota continuou seu estágio no novo projeto das categorias de base com parceria com o Clube Bom Pastor. Ele integrou a comissão técnica, junto com o treinador Didi (atual técnico do Mogi-Vôlei) e  o preparador físico Danilo (atual professor da UDESC): “O tempo que passei na UFJF-Bom Pastor foi uma experiência maravilhosa, pois pude trabalhar e aprender muito com os treinadores, acompanhando o crescimento de jovens muito talentosos. Cada vez mais adorava todo o projeto do Vôlei UFJF, que é muito bem organizado por profissionais incríveis da área e muito amado pela torcida local. Pensando na gestão também, eu vejo como sensacional o que projeto criou, fortalecendo a relação entre esporte, educação, cultura e comunidade local”.

Da volta à sua terra para o novo desafio

Depois que voltou ao Japão e se formou na universidade, ele entrou em uma grande empresa multinacional e tem ganhado experiência profissional na área de projetos de infraestrutura de transporte na América latina. Mas ele sentia algo diferente em si mesmo: “Queria fazer o que eu sinceramente gosto e, o mais importante, viver pela paixão de me dedicar às pessoas que considero importantes. Pensando nisso, a primeira ideia que surgiu na cabeça foi mudar de vez o emprego e trabalhar na área de esporte, tendo como futuro objetivo devolver o carinho e o meu agradecimento para os meus amigos brasileiros. E para começar esse meu desafio novo, decidi entrar no AISTS, Mestrado em Estudos Avançados em Administração e Tecnologia do Esporte, localizado na cidade suíça de Lausanne, capital olímpica”.

Ele fará um curso de preparação intenso de 15 meses para tornar-se um profissional na área, estudando junto com 40 estudantes de mais de 25 nacionalidades diferentes.

Sobre o futuro, perguntado se poderia aplicar todos os conhecimentos aqui em Juiz de Fora, ele respondeu: “Como eu digo sempre, sou japonês, cumpro o que prometo. Agora, quero deixar uma frase que aprendi no Brasil: ‘falei, tá falado!'”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *